segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Criança



Aquela que sonha, que fica boba quando está apaixonada, manda bilhetinhos, faz brigadeiro de panela, festa do pijama, anda de pantufa, chora quando alguém grita, que tem medo de ficar sozinha, faz planos, se apaixona, anda de meia com chinelo, ri sem parar, que é meiga, fica triste vendo alguém infeliz, que tem bom coração e acredita na boa vontade das pessoas.
Meu lado criança não é ser infantil, é ser DOCE. Com a ternura de uma criança e a maturidade de uma mulher.

Nenhum comentário: