quarta-feira, 4 de março de 2009

Mas eu nao fikaria bem na sua ESTANTE



Te vejo errando e isso não é pecado,Exceto quando faz outra pessoa sangrarTe vejo sonhando e isso dá medoPerdido num mundo que não dá pra entrarVocê está saindo da minha vidaE parece que vai demorarSe não souber voltar ao menos mande notíciasCê acha que eu sou loucaMas tudo vai se encaixarTô aproveitando cada segundoAntes que isso aqui vire uma tragédiaE não adianta nem me procurarEm outros timbres, outros risosEu estava aqui o tempo todoSó você não viuE não adianta nem me procurarEm outros timbres, outros risosEu estava aqui o tempo todoSó você não viuVocê tá sempre indo e vindo, tudo bemDessa vez eu já vesti minha armaduraE mesmo que nada funcioneEu estarei de pé, de queixo erguidoDepois você me vê vermelha e acha graçaMas eu não ficaria bem na sua estanteTô aproveitando cada segundoAntes que isso aqui vire uma tragédiaE não adianta nem me procurarEm outros timbres, outros risosEu estava aqui o tempo todoSó você não viuE não adianta nem me procurarEm outros timbres, outros risosEu estava aqui o tempo todoSó você não viuSó por hoje não quero mais te verSó por hoje não vou tomar minha dose de vocêCansei de chorar feridas que não se fecham, não securamE essa abstinência uma hora vai passar...

Nenhum comentário: