domingo, 5 de abril de 2009

Quando menos esperava, vejo


você passar. Te olhei, mas não saí do lugar... circunstância anormal, era a noite ideal, pra dizer: Você é ESPECIAL (se mais uma vez não agisse igual). Quanto tempo vai levar, até que eu consiga falar TUDO aquilo que senti, na primeira vez que te vi? E se nunca mais te encontrar?

Nenhum comentário: