quinta-feira, 6 de agosto de 2009

Ciúme (Até que ponto é saudável?)


Ele olha para o lado e você já sente um calor subindo pelo rosto de tanta raiva! Se ele coloca uma foto no Orkut com a amiga, então, é morte na certa! Você tem consciência de que não é nada de mais, que não era necessário fazer tanto estardalhaço, mas aquela pulga chata não consegue sair de trás de sua orelha. “O ciúme é um conjunto de pensamentos, emoções e até mesmo ações que são desencadeadas quando a pessoa sente que um relacionamento importante está com sua estabilidade ameaçada”A especialista diz que o ciúme normal pode incluir sentimentos de insegurança, baixa autoestima, preocupações, controle e sentimentos de posse. “É transitório e está baseado em fatos reais, enquanto o patológico se caracteriza por uma preocupação infundada, irracional e fora de contexto, além de conter sentimentos de raiva, humilhação e vingança”.

Os atos de loucura ocorrem quando a pessoa perde a crítica sobre ela e sobre o que está acontecendo. “Pode ser considerado patológico quando o parceiro atinge o ápice da perda de controle sobre os sentimentos que se tornam cada vez mais severos, como desconfiança excessiva, com prejuízo nos relacionamentos”, assegura a profissional. Esse sentimento tão angustiante e traiçoeiro tem tratamento psicoterápico com foco no autoconhecimento, controle da raiva e da violência para modelar as percepções distorcidas. “Nos casos mais graves, o processo de cura também pode ser medicamentoso. O ideal é mesmo buscar ajuda especializada com psicólogos ou psiquiatras”, finaliza.

Você se morde de ciúme? Já fez alguma coisa da qual se arrependeu depois? Comente!

Nenhum comentário: