quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Ciúme de celebridade vale?

Todo mundo sabe que quando a gente é jovem, sempre nos ‘apaixonamos’ por um ídolo. Esse amor platônico não é nada demais, é claro. Só ficamos viciados em algum ator, cantor, apresentador de TV ou qualquer coisa do ramo. O problema é quando isso começa a afetar a nossa vida pessoal. Fanatismo tem lá as suas vantagens, mas pode acabar comprometendo alguns momentos da sua vida. A coisa fica feia quando a namorada não gosta nada de tal celebridade e ainda fica com ciúme, pois você está trocando o seu tempo livre para ficar fazendo algo relacionado à outra, não à ela. Daí complica.
Não, ciúme de gente famosa não vale. O ruim é que, muitas vezes, a gente nem percebe em que grau está nosso fanatismo e acabamos deixando de lado quem faz parte da vida real. Antes, em um namoro passado, eu cheguei a dizer para a menina que eu só trocava ela se uma tal cantora aparecesse na minha frente. Até hoje não sei como a garota interpretou isso… Para quem tem um namorado fã de uma banda, por exemplo, existem três alternativas:
1 – ou você compartilha o gosto do garoto, aprende a gostar das mesmas coisas que ele, discute assuntos relacionados com ele – já que ele sempre vai querer contar para alguém as últimas novidades sobre tal grupo, conversa e entende que aquilo é só uma coisa que ele gosta, mas nada que vai superar o amor dele por você.
2 – não precisa gostar da banda, mas é sempre bom ficar ao lado dele quando ele quiser ver um DVD novo, por exemplo, ou ouvir o CD fresquinho que saiu. Apesar de parecer bobeira, um esforço que dura, no máximo, duas horas, não mata ninguém, né?
3 – tenta mudar o gosto dele. Essa é a mais difícil e a que mais pode te trazer problemas. Eu acredito que quando a gente entra numa relação, acabamos por compartilhar todos os gostos, por mais estranhos que sejam, com a pessoa próxima. De um jeito ou outro, aquilo vai estar sempre ali, presente, de alguma forma, na relação de vocês.
O que não é legal é começar com joguinhos do tipo: “você vai ficar aí vendo vídeos dela ao invés de ficar aproveitando o tempo comigo?” ou “escolhe: ou eu, ou ela”. Pode parecer impossível alguém fazer isso, mas, acredite, eu conheço…
E você, já namorou algum fanático?

Nenhum comentário: