sexta-feira, 11 de setembro de 2009

E depois da bota… a esperança?

É normal que, quando a gente começa a namorar, nossa vida passe por várias reformulações. A primeira coisa que perdemos, como já disse aqui antes, é a liberdade. Liberdade para sair, liberdade para conhecer pessoas, liberdade para ter um estilo de vida que não se compartilha, enfim, liberdade para viver a nossa vida. Junto com essas mudanças, a gente acaba se afastando totalmente das outras pessoas que nos cercavam e deixamos de lado vários hábitos antigos, como, por exemplo, a balada de sexta-feira com os amigos do colégio.
Enquanto se namora, nada disso é problema. O susto aparece quando tomamos uma bota. A primeira pergunta que vem na cabeça é: “E agora?”
1 – De volta pro mundo
Depois da bota, precisamos nos reerguer socialmente. Como assim? Quando a gente namora, a gente deixa que o nosso namorado se torne a nossa vida e, por isso, esquecemos de alguns amigos, colegas e conhecidos. Depois de solteira, é à eles que você vai ter que pedir socorro. Comece a se envolver novamente nos programas que tinha costume, converse com todo mundo, marque baladas, vire a noite na internet procurando novas pessoas no Orkut. Não importa, você precisa de novos contatos, você precisa restabelecer velhas conexões para conseguir passar por essa fase ‘ruim’ da sua vida.
2 – É hora de ficar bonita
Eu sempre fui um dos adeptos de que temos que estar bonitos sempre para o nosso amado. Não importa se a gente já arranjou uma pessoa especial para compartilhar a vida, a gente sempre tem que continuar se cuidando. Desleixou um tempo porque achou que já achou o cara? Então é hora de voltar com o regime, de sair para fazer compras, de fazer um curso de maquiagem e cortar o cabelo. Dê uma repaginada. Namoro velho, vida nova.
3 – Velho é novo
Quando a gente está com alguém, sempre pegamos os mesmos hábitos da pessoa. É incrível como nossa essência muda e como conseguimos gostar, por exemplo, de bandas que nunca pensávamos em escutar. Tudo para surpreender o gato e para ter assunto com ele. Agora é a hora de aproveitar a sua vida e curtir aquilo que você gosta. Pegue os seus CDs antigos, vá ver os filmes meloso que você sempre adorou, coma pipoca doce ao invés de salgada, pegue o chocolate branco. A vida agora é só sua, nada de compartilhar mais gostos com alguém.
4 – Gaste
Se você trabalha, sabe como é difícil manter um namoro. Você sempre tem que ter uma graninha guardada para quando vocês vão jantar naquele restaurante mais caro ou quando você tem que comprar presentes para ele no meio do ano (para fazer um mimo, uma gracinha. Supervale a pena) ou até para as viagens de meio de ano juntinhos, debaixo das árvores, com os passarinhos do campo… Chega disso. Agora toda a sua grana é sua. Gaste com você, compre o que quiser, vista-se do seu jeito, realize todos os seus desejos. É a hora de gastar as economias do Natal à dois para um só…
5 – Quem não namora, não aprende
Acabou? Então tem que começar. Agora que você está livre no mercado, tem que começar a procurar outro ombro para se apoiar. Além de refazer todos os seus amigos e contatos, fique de olho bem aberto para futuros casinhos que podem surgir. Essa é a hora que você tem para se sentir mais bonita, desejada, querida pelas outras pessoas. Coisa que, no seu namoro, provavelmente você perdeu, já que seu namorado querido sempre elogiou o vestido alheio, mas nunca reparou no item idêntico que você tem no seu guarda-roupa.
6 – Amassa e joga fora
Um erro grande é lamentar as dores do passado. O cara te deu uma bota? Então é ele que te jogou para o mundo. Se quiser ter lembranças, guarde todas as fotos e recadinhos em uma caixa, para você poder ler depois, mais tarde, quando já tiver superado. Agora não é a hora de fuçar o Orkut dele em busca de recados alheios ou coisas assim. Deixe o cara respirar, ter um tempo sozinho. Quem sabe ele não sente falta?
7 – A esperança é a última que morre
Muitas vezes, quando a gente termina um namoro, sempre ficamos esperando que a pessoa irá se arrepender duas horas depois e ligar implorando por perdão. Acredite, eu já fiz isso. Mas a vida não funciona assim. Se o cara teve a iniciativa de dar um basta, então aproveite o tempo e tente pensar um pouco na sua vida. Tente avaliar o quanto você perdeu com ele e o quanto você ganhou. Um namoro sempre tem os seus lados ruins, mas são os bons que fazem dele inesquecível. Agora é hora de botar tudo em cima da mesa e ver o que realmente vale a pena.
8 – Amanhã eu vou…
Chega de se planejar. O futuro agora é incerto. Viva =)

E você, tem mais dicas para “o dia depois da bota”?

Nenhum comentário: