sábado, 14 de novembro de 2009

De lua (Saiba como lidar com sua amiga estranha e inconstante )


Ela age conforme as fases da lua: uma semana não olha para a sua cara e finge que você é um ser invisível, outra ela dá “bom dia” com o sorriso mais feliz e carinhoso do mundo, pergunta como foi seu fim de semana e resolve colocar todos os papos em dia. Mas não é a oscilação de humor normal que existe em toda menina, é algo muito além disso.
Não é nada bacana conviver com tanta instabilidade emocional por perto, mas se você quer continuar a amizade mesmo sabendo que a pessoa é louca, confira algumas dicas.

Saia dessa!

O primeiro conselho, na verdade, é para você desistir de conviver com uma amiga desse tipo – se é que ela é digna de receber essa nomenclatura – afinal, ninguém precisa de alguém que morde um dia e, no outro, assopra. Não existe nada pior do ter a sensação de pisar em ovos o tempo todo; por isso, caia fora o mais rápido que puder. Mas, se não conseguir, vamos aos próximos passos.

Seja educada, mas não seja próxima
No começo, você pensou que a amizade daria muito certo e que ela tinha potencial para se tornar a irmã que você nunca teve. Mas, com o tempo, o que aconteceu foi justamente o contrário: ela age como se sua presença não fosse real, sendo que vocês conversaram dois dias antes e ainda resolve que a odeia da noite para o dia. Entre tantas pessoas com quem você pode se relacionar, não tem por que continuar ao lado de gente bipolar.
Mas, para evitar ainda mais confusão para a sua cabeça, seja educada, cumprimente, responda quando a palavra lhe for dirigida, mas não tente ser próxima como antes. A amizade de vocês nunca mais será a mesma e por culpa dela, claro! Mas não que ela se importe muito com isso!

Ignore comentários desnecessários
Se não bastasse o jeito que ela trata você, ela ainda gosta de fazer comentários maldosos e expô-la ao ridículo. O seu sonho é fazer o mesmo, mas quer saber a verdade? Não adianta arrumar brigas com esse tipo de gente, apenas ignore e finja que nada daquilo entrou pelos seus ouvidos. Ela não vai mudar, vai continuar com as mesmas babaquices; mas, pelo menos, mostre que você simplesmente não se importa, porque assim perde a graça. Se ela quiser continuar com as maluquices peculiares, que faça com outro!

Não sobrou mais ninguém
Todos os amigos dela são passageiros: aparecem e logo vão embora, até porque ninguém tem sangue de barata para aguentar descaso e grosseria. Nas férias, quando não sobrou mais ninguém na cidade – e na agenda de telefone –, ela a chama para sair, fala que está com saudades e que vai ser muito divertido colocar as fofocas em dia.
Por favor, não seja tola! Sua amiga “de lua” não quer reatar ou fortalecer o vínculo. A realidade é que ela não tem mais ninguém para convidar e achou que você seria boba o suficiente para aceitar. Invente que vai ajudar sua mãe nas compras do supermercado, que o menino que você está a fim a chamou para sair, qualquer coisa! Mas não se submeta a isso!

Ela quer seus conselhos de qualquer jeito
É, não dá para entender mesmo o que se passa na cabeça dessas pessoas inconstantes. Se ela quiser que você a ajude nos dilemas, ouça, seja sincera e fale o essencial por e-mail ou conversas instantâneas, mas nem pense em sair de casa num domingo à tarde para ficar ouvindo gente louca reclamando. Não perca muito tempo com isso e nem ache que a amizade de vocês vai voltar. Não duvide também que no dia seguinte ela nem se dê ao trabalho de olhar para sua cara, porque, provavelmente, não vai mesmo.
Resumindo: se você não conseguir excluir de vez a pessoa da sua vida, mantenha uma relação cordial. Tenha certeza de que essa amizade não vale a pena, afinal, quem tem uma amiga assim nem precisa de inimiga!

Nenhum comentário: