sábado, 14 de novembro de 2009

Droga, me apaixonei!



O que fazer quando a brincadeira fica séria demais?
Sabe aquelas fases em que a gente decide ficar solteira, sair com as amigas e curtir a vida, sem nenhum cara dizendo o que a gente deve fazer ou cobrando algo? Aí você conhece um garoto – porque é só você decidir que não quer ninguém pra aparecerem mil opções – que é tão gracinha, perfeitinho e fofo que não tem como deixar passar...

O plano é ficar com ele apenas uma vez, mas aí quando vocês dão o primeiro beijo...
O plano vai por água abaixo, já que foi um dos melhores beijos que você já deu! Ok, mudança de trajeto, você resolve que até pode ficar com ele outras vezes, mas num espaço bem distante uma da outra e apenas ficar, nada de sentimentos.

Só que obviamente o cara não é apenas uma gracinha que beija bem, ele tem bom papo, é divertido, se interessa por você... Tudo o que aqueles caras que a fizeram sair do mercado por uns tempos não faziam. E quando você se dá conta, ele faz falta nos domingos à noite, quando você queria fazer nada acompanhada.

Pronto, você está apaixonada e tudo foi por água abaixo.
Seu plano de ficar fora do mercado já não é mais lembrado, sair com as amigas ficou em segundo lugar e curtir a vida só tem lógica se for ao lado dele. Nada disso, garota! O cara não se interessou por uma menina grudenta, mas por uma garota independente. O que fazer agora?

Manter o plano inicial
Mas só em partes, claro! Não é sempre que se encontra um garoto tão bacana assim. Você deve investir no relacionamento, já que as coisas estão caminhando bem e você sente aquelas borboletinhas voando no seu estômago.

Não é porque você encontrou um cara legal que suas amigas se tornaram desinteressantes ou os passeios não têm mais graça!
É claro que a companhia dele é uma delícia, mas abrir mão de todo o resto não é uma atitude inteligente.

Deixe as coisas balanceadas, saia com ele, saia com as amigas, divirta-se nos dois momentos. Continue com o plano de seguir sua vida e fazer coisas que te dão prazer. Deixar de viver por causa do gato é o primeiro passo pra ele perder o interesse em você!

Mantenha os dedos longe do telefone
Ligar para o gato como se você não pudesse dar um passo sem que ele saiba não é a melhor das ideias – nunca – principalmente nessa hora de mudança de planos. Mandar milhares de SMS por dia também não é nada agradável, já que o rapaz jura que você tem uma vida pra se preocupar.

Você precisa se esforçar pra que tudo continue como antes. Ligue apenas de vez em quando, mande um SMS para surpreendê-lo, mas não deixe o menino maluco com o celular vibrando sem parar!

Nem sonhe em cobrar
O que acontece quando o cara deixa uma garota independente em casa, dorme e quando acorda, o que encontra é uma garota carente e cheia de cobranças? Foge, corre como se não houvesse amanhã!

Nada de virar a maluca da cobrança! Segure as pontas e tenha um casinho gostoso, que consiga sobreviver e, talvez, vir a ser um namoro. Para tornar mais fácil segurar a barra, é só você manter o plano inicial!

Vá com calma
Não precisa ir morrendo de sede ao pote! Até agora as coisas aconteceram naturalmente, certo? Então deixe que elas sigam o rumo natural!

Dar um passo maior que as pernas é jogar todo seu trabalho fora e o esforço não valerá de nada, então, tome um daqueles xaropes de maracujá e siga em frente aproveitando cada momento e não pensando em como será o seguinte!

Ou não
Pode ser que, além desse cara bacana, apareçam milhares de garotos incríveis querendo passar um tempo com a sua companhia. Se você acha que, nesse momento, o melhor mesmo é não se envolver com ninguém para se recuperar de todos os perturbados que passaram por você, vai fundo!

Nenhum comentário: