quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Cabelos mais lisos do que nunca (Quer dar adeus aos cachos e ao volume? Saiba tudo sobre as escovas alisadoras!)


Progressiva, alemã, marroquina, inteligente, cromática. São tantos nomes diferentes de processos alisadores que você deve ficar perdida na hora de saber qual é o melhor para o seu cabelo. Os preços dependem do salão escolhido e do comprimento das madeixas.
Se você está pensando em dar um adeus aos seus cachos ou pretende tirar o volume, o hairstylist Peterson Marrichi, do salão Ritz, tira todas as dúvidas.
Quais são os tipos diferentes de escovas?
Existe a cromática, que é feita com amônia e, por isso, não é tão agressiva quanto a definitiva e deixa o cabelo muito mais resistente por conta da quantidade de queratina usada no processo.

A escova progressiva tradicional – em que é proibido lavar, prender ou colocar os cabelos para trás da orelha – não é mais utilizada. Hoje, existe a escova inteligente, que permite a lavagem do cabelo no mesmo dia por causa do neutralizante em sua composição. Aliás, essa é a diferença entre a inteligente e a antiga, que necessitava de três dias até o momento da lavagem para que ele pudesse se autoneutralizar.

Qual é a diferença entre processos com formol e com amônia?

Na verdade, a escova progressiva é composta por 0,2% de formol, máscara de hidratação – que contém aminoácidos – e queratina. Apesar dos rumores de que o formol faz mal para o cabelo, nunca presenciei nenhum tipo de problema. Além do mais, o formol deixa o cabelo bem mais natural do que a amônia, mas a escova com amônia tem uma durabilidade maior.
Na escova cromática, é usado 100% da amônia, ou seja, é um processo de alisamento mesmo. Enquanto ela quebra a molécula, o formol encapa os fios. Conforme as lavagens, a progressiva se desmancha aos poucos e dura de acordo com o crescimento da raiz.

Qual é o intervalo de tempo entre uma escova e outra?

Geralmente, a duração dos processos alisadores depende do crescimento da raiz dos cabelos. A amônia exige que exista um espaço de, no mínimo, três dedos da raiz; mas, a progressiva pode ser feita todo mês.


Quando as escovas alisadoras são proibidas?

A cromática não deve ser aplicada em casos de cabelos com relaxamento à base de sódio. Os fios podem se romper e ficar quebrados. Cabelos claros, com reflexo e muita química, também não são permitidos. Em relação à escova inteligente, não existe nenhuma restrição.
Tudo depende da avaliação do profissional, por isso, é fundamental fazer um teste antes, que consiste em aplicar o produto numa mecha do meio do cabelo e verificar como os fios reagem.

Esses processos também podem ser feitos em cabelos crespos?

Sim, mas é preferível um relaxamento para que o cabelo fique mais natural. Todo processo que deixa o cabelo o mais natural, solto e leve possível é melhor. A progressiva é recomendada para diminuir o volume de cabelos ondulados e lisos; mas os cabelos crespos podem ser submetidos ao processo uma vez por mês.

Qual é a diferença entre escova progressiva, inteligente, marroquina e alemã?


Hoje, a escova progressiva é a inteligente, não é necessário esperar três dias para a lavagem e nem tomar todos aqueles cuidados específicos. Alguns cabeleireiros dizem que a diferença entre a marroquina e a alemã é a composição, mas acredito que elas funcionam da mesma forma.

Quais cuidados devem ser tomados após alisar os cabelos?

Xampu de boa qualidade e sem sal – com pH neutro – e cauterização uma vez por mês, porque o processo, tanto com formol quanto com amônia, contribui para um desgaste de queratina natural. A cauterização serve justamente para repor a quantidade de queratina no cabelo e deixá-lo hidratado.

Nenhum comentário: