segunda-feira, 22 de fevereiro de 2010

A importância de uma carta num mundo de internet

O título do post pode enganar um pouco, mas o que eu quero falar mesmo é da importância de pequenos gestos em um namoro que, hoje em dia – e com o passar do tempo na relação – acabam esquecidos. Quando foi a última vez que você escreveu uma carta para o seu namorado? Sem ser e-mail, sem ser SMS, sem ser recadinhos no Orkut. Carta, mesmo, escrita à punho, com sua letra, com o seu cheiro e, quem sabe, até com suas lágrimas ali. Aposto que faz tempo. Na real, acredito que muita gente que vai ler este post nunca escreveu uma carta para ninguém. Pois é, deveriam.Nestes tempos de internet e tudo mais, as pessoas começaram a deixar um pouco de lado estas pequenas – e tão sinceras – demonstrações de afeto, carinho e amor. Uma carta pode parecer besteira, mas quantas coisas que a gente fazia antes que deixamos de fazer agora por causa das ‘facilidades’ que a web proporciona? Além de ser simbólico, é com este ‘trabalho’ que a gente consegue mostrar, de uma das formas mais simples possíveis, que nos preocupamos, que gastamos nosso tempo fazendo algo para o outro.Ainda a carta, por exemplo, é algo que dura. Que se feita com amor e carinho, o outro vai guardar para sempre, deixar dentro daquela caixa de sapato e, quando ficar bem velho, pegar para lembrar dos momentos da juventude. Até lá, o Orkut pode deixar de existir e tudo de legal que você escreveu pode sumir. A carta é, também, uma ótima pedida para quem quer demonstrar seus sentimentos. É através dela que a gente consegue ser sincero, dizer coisas que não conseguimos dizer cara a cara, falar tudo o que quer.Enfim, chega uma hora que a gente precisa deixar as coisas fáceis, a internet, os e-mails, a falta de ‘calor humano’ de lado e dar espaço para as emoções e o carinh

Nenhum comentário: