quarta-feira, 10 de março de 2010

Identifique as desculpas mais comuns

Você não tem motivo algum para aceitar impassível as desonestas desculpas esfarrapadas, mesmo que morra de amores por ele. Portanto, veja quais são as mais freqüentes e, justamente por isso, menos criativas.

Minha mãe passou mal

Como contestar contra um argumento tão forte? Eles adoram arrumar uma tragédia na família para cancelar o encontro em cima da hora.

Agora no momento não quero me envolver
O homem posa de frágil e dize sentir medo de mergulhar em uma nova paixão, porque têm algum tipo de trauma do relacionamento anterior. Entenda que ele simplesmente não quer nada a sério com você.

Vou viajar com urgência
Geralmente, ele associa esta mentira deslavada a uma urgência no trabalho. Quando ouvir esta desculpa, traduza: vou dar um sumiço de alguns dias.

Estou muito cansado hoje
Para tentar ser mais convincente, ele lista uma série de problemas ocorridos durante o exaustivo dia. Portanto, o sono o impedirá de encontrá-la. Saiba que esta é a estratégia usada quando ele está louquinho para ir à balada.

Vou jogar futebol com os amigos
Uma vez por semana, tudo bem. Mas quando os dias começam a aumentar para dois, três, quatro... É hora ficar alerta! O namorado pode estar querendo somente ficar um pouco sozinho, mas há também a possibilidade de ele ir à caça com os amigos.

Estou só olhando o movimento
Na balada, no shopping ou no restaurante ele não resiste e olha para aquele mulherão que acabou de passar. Você irritada com a situação, pergunta o que ele está olhando. E então: "Nada, só estou vendo o movimento".

Tem que me aceitar do jeito que sou
Tal argumento é infalível quando o homem quer terminar a relação e não sabe como. Então, ele lança mão do radicalismo. Como você, certamente, não vai se submeter a todas as vontades e manias dele, esta é uma boa saída para acabar com tudo.

Além desta, há outra tática para ele deixá-la repentinamente. O namorado diz que você é 'tudo de bom' e por isso se sente inferiorizado ao seu lado.

Nenhum comentário: