domingo, 14 de março de 2010

O que se deve (ou não) dizer ao namorado

Uma frase errada numa conversa franca com o gato pode destruir um relacionamento. Saiba em que momentos é melhor ficar de boca fechada.

Boa comunicação amorosa

Se você é daquelas que faz questão de não esconder nada do seu parceiro, parabéns! Afinal, não deve mesmo existir mentira entre duas pessoas que se amam. No entanto, às vezes, contar tudo a ele pode não ser bom para ninguém - até porque os homens normalmente não estão dispostos a falar sobre a vida deles.Por isso, aprenda a escolher os melhores momentos para conversar com o parceiro e preste muita atenção em como vai contar alguma coisa a ele. VIVA! conversou com especialistas que ainda ajudam você a decidir o que dizer - ou não - ao gato.

Morda a língua

É muito difícil para nós não opinar o tempo todo, mas entenda: às vezes, fazer isso vale muito a pena. "Antes de qualquer coisa é preciso evitar dizer tudo que se pensa. Reflita antes de falar", diz o psiquiatra Jair Segal, da Associação de Psiquiatria do Rio Grande do Sul.

Sogra
Mesmo que ela seja uma cobra, ele não gostará que você fale mal dela. Pode, inclusive, achar que você quer que ele escolha entre as duas e se magoar.

Sexo
Nunca diga ao parceiro que o pênis dele é pequeno - mesmo que seja verdade! Isso só aumentará a insegurança do gato.

Segredos
"Há aspectos da vida que devem ser preservados, principalmente se eles não melhoram a qualidade da relação", diz Jair. Entre eles:

● Passado
Ele sabe que você não viveu sozinha até conhecê-lo, mas nem por isso precisa saber quantos parceiros teve nem como eram as relações. Se ele insistir, diga que só ele importa para você.

● Flerte
Trocar olhares inocentes com bonitões na rua aumenta sua autoestima. Só não conte para seu namorado para evitar confusão!

● Salário
É você quem deve cuidar do dinheiro que ganha. Ele não tem que saber se você comprou sapatos novos, até porque, provavelmente, achará que eles eram dispensáveis.

O que contar?

Bem, isso depende da intimidade e da confiança que você tem no amado. Está no início de um namoro? Calma, melhor não abrir a sua vida de uma vez para evitar mal-entendidos. Por outro lado, se a história está rolando bem, divida com ele o que aprendeu com os relacionamentos antigos - mas sem ficar falando mal de ninguém. Veja alguns exemplos:

Vi meu ex. E agora?
Se você encontrou, por um acaso, um ex-namorado, pense duas vezes antes de contar o fato para o atual. "Se só trocaram um 'oi' amigável, por que falar?", diz o psicólogo Silmar Coelho. Mas se outra pessoa viu você com o cara, vale a pena dizer ao parceiro antes que ele descubra. Tome apenas cuidado no jeito com que abordará o assunto. Tente não dar importância ao encontro. Desse modo, seu namorado não pensará que você ficou superempolgada em rever o caso do passado. Ah, usar um tom de voz meigo funciona bem nessa situação!

Seja direta!
Durante uma discussão de relacionamento, "diga o que você quer, não o que está evitando", orienta Márcia Rezende, psicóloga e diretora do Instituto Saber. Por exemplo, fale que deseja um companheiro interessado em crescer na vida em vez de dizer que odeia homens que são acomodados e desinteressados.

Sim, ele tem segredos!

Os homens são naturalmente fechados e defensivos e também não costumam abrir o jogo com as mulheres. "Eles não revelam para elas aquilo que os fazem se sentir menor", garante a psicóloga e terapeuta floral Luciane Gerodetti.

Entre os assuntos mais temidos estão os fracassos nas relações anteriores, os medos sobre o desempenho no trabalho e na cama, e questões do corpo dele, como o tamanho do pênis. Além disso, ele deixa de contar a você coisas simples do dia a dia, seja por timidez ou para manter a intimidade. Abaixo, os temas que o sexo oposto costuma omitir.

Emprego
Ele não vai falar se tem amizade com mulheres do ambiente de trabalho. Essa atitude mostra "um receio de que a liberdade dele seja diminuída", afirma o psicólogo Paulo Tessarioli.

Amigos
Pode ser que ele esconda como eles são, o que pensam e o que conversam. "Fazem isso para preservar a individualidade", diz Paulo.

Sexo
Alguns não dividem fantasias e desejos com a parceira por "timidez, vergonha ou por imaginarem que serão mal-interpretados pelas mulheres", explica Paulo.

Faça-o conversar


Se perceber que seu parceiro está com algum problema, dê espaço para que ele fale sobre isso. "Dependendo da mulher, o homem pode se abrir mais ou menos. Isso porque quando alguém é criticado ou cobrado, tende a se retrair", diz Márcia.

Além disso, saiba escolher o melhor momento para chamá-lo para um papo. "A mulher sempre consegue conversar quando quer, mas ela precisa ter a sensibilidade de perceber se é o melhor momento para ele. Não adianta querer que o rapaz se abra após um dia difícil", orienta a psicóloga e psicoterapeuta Sandra Samaritano.

Escute
Conseguiu chamá-lo para a conversa? Então prepare o ouvido! "O importante é ouvir o que o parceiro diz em vez de imaginar o que ele quer dizer", diz a psicóloga Sandra.

Sem exagero
Todas as mulheres adoram discutir o relacionamento para ter certeza de que tudo andará às mil maravilhas. Mas tome cuidado para não abusar: "Discutir a relação é bom, desde que não se torne uma obsessão, pois desse jeito tudo passa a ser um problema. Falar sobre o relacionamento não pode ser mais importante do que viver a relação", alerta Paulo.

Um comentário:

Anônimo disse...

Ajudou muito! Muito obrigada