domingo, 15 de agosto de 2010

Relaxamento x Escova Progressiva: qual o melhor para o seu cabelo?

Com a moda dos cabelos lisos, cada dia mais inventam algum produto ou processo para que a chapinha seja deixada de lado e a facilidade dos fios lisos seja permanente. Os mais conhecidos entre esses métodos são o relaxamento e a escova progressiva. Se você está pensando em alisar definitivamente os seus cachos, pode ser que um desses dois procedimentos seja para você.Segundo a hairstylist Sonia Nesi, do Studio de Beleza Sonia Nesi, no Rio de Janeiro, cada processo tem uma característica bem distinta com relação ao tratamento dado ao fio. "O relaxamento é uma química de transformação do fio. Ele trata mais, tira o volume e acaba com o frizz", explica a profissional. "Já a progressiva é uma química de fechamento do fio temporário. Mas, danifica mais o fio em relação ao relaxamento", completa.Sonia também explica: "A progressiva não é alisamento. Ela age fechando as cutículas, funciona externamente apenas. O que alisa mesmo é hidróxido de cálcio, hidróxido de guanidina, tioglicolato. Tem que ser químico. As defrisagens químicas são as mais aconselháveis desde que seja feita por uma boa marca (indica Wella e L'Óreal - elas tem o tioglicolato da melhor qualidade e o hidróxido). Produto bom na mão de um mau profissional é ruim. E produto ruim na mão de um bom profissional pode se tornar bom. Indico o relaxamento para quem quer alisar mesmo. Um cabelo elétrico, que tem muito volume, mas não é crespo, deve ser tratado antes pra depois usar um tipo de escova progressiva. Uso sempre um pré químico da Essenziale antes do relaxamento. Acho esse procedimento mais leve do que a progressiva porque tem como fazer um relaxamento mais leve. Tem níveis de acordo com a necessidade e o tipo de fio: vai do leve ao mais forte", conta.Tendo ações diferentes, cada procedimento funciona melhor para diferentes tipos de cabelo. Sonia afirma que, se a sua intenção é apenas diminuir o volume e domar os fios rebeldes, a melhor opção ainda é o relaxamento. Mas, se o seu cabelo é extremamente cacheado, crespo ou volumoso demais, a progressiva tem um poder bem mais eficiente. "Porém, deve ser feita só duas vezes no ano", ressalta Sonia. "Quem desrespeita e faz diversas vezes no ano, pode causar séria queda de cabelo. Os fios enfraquecem e quebram", alerta a cabeleireira. "Já o relaxamento não oferece danos, pois não agride o fio como pode acontecer na progressiva". Sonia diz que, se usado um bom produto (uma boa química), o relaxamento consegue ser menos agressivo que a escova progressiva. "A maioria das escovas progressivas tem formol e nada é pior que isso para o cabelo. Acima de tudo, o profissional tem que conhecer o cabelo, porque cada caso é um caso. Se pega um cabelo fininho e fraco e coloca um produto errado, vai prejudicar", alerta.
Antes de bater o martelo na sua decisão, escolha um profissional qualificado para aplicar o produto.

Nenhum comentário: